A Autobiografia de um Mentiroso

autobiografia de un mentirosoGraham Chapman, provavelmente melhor lembrado como o “python morto”, escreveu e estrelou uma animação baseada em sua própria história de vida, chamada A Autobiografia de um Mentiroso.

Na verdade, ele não escreveu a animação.

Escreveu uma autobiografia que lançou como livro que virou base para essa animação.

E, na verdade, ele não escreveu essa autobiografia sozinho, ela teve cinco autores: Chapman, David Sherlock (seu parceiro), Alex Martin, Douglas Adams e David A. Yallop.

OBS pertinente: O Douglas Adams acima citado é o mesmo que escreveu O Guia do Mochileiro das Galáxias.

autobiografia-mentiroso-andar-tolo01

Embora Chapman egoistamente tenha morrido em 1989, ele tinha se dado ao trabalho de gravar a si mesmo lendo seu livro.

Então, as suas falas foram engenhosamente usadas na animação em 3D.

Se você quiser saber mais (muito mais) sobre este filme, adquira o livro “A História (quase) Definitiva de Monty Python“!!

São 328 páginas contando a história do grupo, desde os tempos do teatro na faculdade até os dias de hoje!

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *