Graham Chapman Escreveu Dois Curtas Sobre Os 7 Pecados Capitais

Em 1971, Graham Chapman escreveu dois curtas para um filme sobre os 7 pecados capitais.

Chamado de “The Magnificent Seven Deadly Sins”, ele não fez sucesso na época, mas hoje é considerado cult.

Veja Mais Em: Artista Cria Obra Inspirada no Sr. Creosote

Com um investimento pobre de 116 mil libras (não encontrei o valor da bilheteria), ele foi produzido pela Tigon British Film Productions, uma produtora especializada em produzir filmes de terror de baixo orçamento.

O então-desconhecido diretor Graham Stark tomou as rédeas da produção e chamou alguns talentos da comédia britânica da época para escrevê-lo.

PECADOS

The Magnificent Seven Deadly Sins é um tanto desconhecido, mas tem o seu valor cultural.

Segundo o blog Hammer and Beyond, o filme não é uma pérola, mas é muito melhor do que vários filmes por aí.

“De certa forma, ele é para a história do humor britânico o que o elo perdido seria para a evolução”

AVAREZA

O primeiro curta do filme é Avareza, e conta a história de um patrão rico que ordena que seu motorista recupere uma moeda de 50 centavos que caiu numa boca-de-lobo da rua, mas um plot twist faz com que algo aconteça com o patrão rico.

Escrito por John Esmonde e Bob Larbey, o curta tem no elenco Bruce Forsyth, Paul Whitsun-Jones e Bernard Bresslaw.

INVEJA

O segundo curta, Inveja, foi escrito por Dave Freeman. Nele, um casal quer comprar uma casa, mas os proprietários se recusam a vender. Então, o casal decide usar de vários artifícios imorais para forçar os donos da casa a vendê-la.

No elenco, temos Harry Secombe, Geoffrey Bayldon e June Whitfield.

GULA

Escrito por Graham Chapman e Barry Cryer, este curta conta a história de um comedor compulsivo que tem comida escondida por todo o escritório.

No elenco, Leslie Phillips, Julie Ege e Patrick Newell.

LUXÚRIA

O quarto curta foi escrito pelo diretor Graham Stark a partir de uma história de Marty Feldman, e conta a história de um homem que conversa com uma mulher em uma cabine telefônica ao lado olhando pelo vidro, discando o número do telefone dela e a convencendo de que ele é alguém de seu passado.

O elenco conta com atores como Harry H. Corbett, Cheryl Kennedy e Bill Pertwee.

ORGULHO

Orgulho foi escrito por Alan Simpson e Ray Galton. Nele, dois motoristas se encontram frente a frente em uma estrada estreita, mas nenhum está disposto a se desviar para deixar o outro passar.

No elenco, temos Ian Carmichael, Alfie Bass e Audrey Nicholson.

PREGUIÇA

O sexto curta, Preguiça, foi escrito por Spike Milligan, e apresenta uma série de clipes mudos em preto e branco, mas com legenda, mostrando as pessoas não sendo ativas.

O elenco conta com o próprio Spike Milligan, Melvyn Hayes e Ronnie Brody.

IRA

O segundo curta escrito por Graham Chapman e Barry Cryer chama-se Ira.

Nele, dois homens se irritam com o zelador repreendendo-os por jogarem lixo no chão, então eles tentam matá-lo. A maioria de seus esquemas falha, mas no final eles têm sucesso.

O final desse curta tem um plot twist bem legal.

No elenco, temos Ronald Fraser, Stephen Lewis e Arthur Howard.

E então, vamos assistir um filme sobre os 7 Pecados Capitais escrito por Graham Chapman?

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *