John Cleese Foi Eleito O Homem Mais Engraçado da Tevê

Ok.

Depois das curiosidades sobre os membros do Monty Python Terry Jones e Eric Idle, chegou a vez do python mais alto de todos.

Com vocês, 10 curiosidades sobre John Cleese:

1. Ele é formado em Direito pela Universidade de Cambridge, mas, na verdade, ele queria se formar em algo relacionado à ciência.

2. Perdeu a virgindade aos 24 anos, quando o grupo de teatro Cambridge Footlights viajou para a Nova Zelândia para algumas apresentações, em 1964.

3. John Cleese tinha sérios problemas com sua mãe desde que nasceu. “Meu pai cuidou de mim um pouco demais, para compensar a minha mãe, que não era emocionalmente disponível”.

4. Em 1970, ele trabalhou como reitor da Universidade de St. Andrews, a universidade mais antiga da Escócia.

5. Em 1972, o pai de John, Reginald, sofreu uma parada respiratória e foi para o hospital. “Na ambulância, ele me disse: ‘Não se preocupe, filho, eu vou estar de volta em alguns dias’. Eu disse: ‘Eu sei'”. Foi a última coisa que John disse para seu pai.

6. A revista TV Times o elegeu “O Homem Mais Engraçado da Tevê”, em 1979.

7. No início dos anos 2000, em uma pesquisa para encontrar “O Comediante dos Comediantes” de todos os tempos, John Cleese ficou em 2º lugar, logo atrás de Peter Cook.

8. Em 1996, ele recusou a honra de ser um Comandante da Ordem do Império Britânico. Assim, ele negou-se a acrescentar um “sir” antes do nome.

9. Em 2005, uma equipe de cientistas descobriu uma nova espécie de lêmure em Madagascar, que foi nomeado Avahi cleesei. Os antropólogos nomearam o animal em homenagem à John Cleese, por causa da promoção da causa lêmure no filme Ferocidade Máxima e no documentário Operação Lêmure.

10.  Em 1999, gravou um comercial nonsense para a produtora ArtistDirect, junto com a banda Metallica (seus fãs).

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *