Os 5 Melhores Esquetes do Monty Python – Parte I

monty-pythonO site IGNus fez um especial com os 25 Momentos Mais Engraçados dos Filmes do Monty Python.

Desta vez, nós vamos apresentar cinco.

Tá, todos nós sabemos que existem bem mais que 25 momentos mais engraçados dos filmes do Monty Python, mas mesmo assim tá valendo…

Começaremos com um esquete vindo do primeiro filme do grupo, E Agora Para Algo Completamente Diferente.

Bem, não é bem considerado um filme, já que é uma coletâneas de esquetes da série Monty Python’s Flying Circus… Mas, como passou nos cinemas de todo o mundo, então podemos considerar um filme.

Não só um filme, mas o primeiro filme!


5. O Esquete do Papagaio Morto, do filme E Agora Para Algo Completamente Diferente

Tendo uma produção barata – muito barata -, esse filme foi a oportunidade que os pythons tiveram para refilmar seu esquete mais famoso.

O ponto forte desse esquete é que ele oferece um duplo Michael Palin, já que o esquete segue diretamente para o Esquete do Lenhador (The Lumberjack Song).


4. Always Look On The Bright Side Of Life, do filme A Vida de Brian

O momento mais icônico do filme é também o mais polêmico.

A esperança de que Brian seja salvo da crucificação consegue arrancar sorrisos com a música composta por Eric Idle.

Apesar de toda a polêmica, de quem gosta ou não dela, a música é maravilhosa.


3. A Seguradora Permanente Crimson, do filme O Sentido da Vida

crimson-assurance-monty-python

O curta-metragem do início do filme O Sentido da Vida é uma das coisas mais nonsenses que o Monty Python já fez.

Escrito e dirigido por Terry Gilliam, o curta conta a história de uma equipe de velhos que trabalham na tal seguradora, e são tidos como “quase-escravos”. Por isso, eles se rebelam e se lançam como piratas pelo mundo da contabilidade.

Surreal, brilhante e divertido.


2. Sit on My Face, do filme Ao Vivo no Hollywood Bowl

Sem palavras.


1. Brave Sir Robin, do filme Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado

No final de 1970, o ex-membro da banda Bonzo Dog Doo-Dah Band Neil Innes foi considerado o sétimo Python, por causa de suas colaborações para o grupo.

Para o filme Em Busca do Cálice Sagrado, ele não só contribuiu com algumas músicas, mas também apareceu em algumas cenas, como o menestrel do Bravo Sir Robin.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

One thought on “Os 5 Melhores Esquetes do Monty Python – Parte I

  • 30 de junho de 2014 em 00:12
    Permalink

    A primeira vez que ouvi “Sit on my face” tinha gostado da letra, mas quando eu vi a apresentação dela no Hollywood bowl cai do sofá no fim dela. Ela também é impagavel no “Concert for George”.
    Sempre me pego cantarolando Brave bold sir Robin… é um dos momentos que mais gosto do “Holy Grail” [mentira, adoro o filme inteiro].
    Eu gostei de como eles ligaram o fim da sketch do papagaio com “The Lumberjack song” [outra musica dos Pythons que cantarolo mentalmente].
    Eu nunca consigo fazer um top 5, sempre passo do numero.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *