Michael Palin: “Comediantes Devem Ser Livres Para Contarem Piadas”

Michael Palin diz para não censurar os comediantesSir Michael Palin afirmou que é perigoso censurar os comediantes.

E que eles devem ser livres para decidirem que piadas querem contar.

Veja Mais Em: Exposição Exibe Livro Censurado do Monty Python

Em uma entrevista para o jornal Mail Online, ele afirmou que, “se algo é engraçado e faz as pessoas rirem, então temo que simplesmente aconteça”.

Mas também acrescentou que, para isso, todo comediante precisa se responsabilizar pela piada contada.

PIADAS

Além disso, ele afirmou que não gosta de quem usa piadas para intimidar ou depreciar as pessoas.

“Qualquer tentativa de uma autoridade dizer ‘Não!’ é perigosa”

Segundo Michael Palin, “a comédia é muito importante, especialmente em tempos de crise. É preciso fazer piadas, é preciso rir”.

“Todo mundo, inclusive eu, deveria estar pronto para ser ridicularizado”

BRASIL

Essa afirmação de um membro do Monty Python vem em um ótimo momento, pois no Brasil estamos passando por uma tentativa de censura.

Acontece que, no início da semana, a Michelle Bolsonaro ficou nervosa por causa da música Micheque, da banda Detonautas.

A música faz referência aos 89 mil reais que foram encontrados na conta dela, supostamente depositado pelo laranja Fabrício Queiroz, o ex-assessor do Flávio Bolsonaro.

Então, a Michelle está enchendo o saco e queixou-se à polícia civil .

Veja abaixo o clipe da música (e lute para ninguém censurar os comediantes).

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *