John Cleese Afirma Ser de Centro-Esquerda e Alfineta a Sociedade

John Cleese fez uma live nas redes sociaisNo início do mês, John Cleese fez uma live nas redes sociais.

Entre vários assuntos abordados, ele falou (bastante) sobre a ignorância coletiva da sociedade atual.

Veja Mais Em: Monty Python Afirma que Conservadores São Idiotas

Durante a live, ele afirmou que pouquíssimas pessoas realmente sabem do que estão falando. Sendo assim, a maioria das pessoas não fazem ideia.

“A maioria das pessoas não percebe o quão ignorantes são”, disse.

POLÍTICA

Cleese focou essa ideia em várias áreas da vida, mas principalmente nas lideranças políticas.

Segundo o jornal Brisbane Times, ele disse que tanto Donald Trump quanto Boris Johnson são expoentes totais de besteira.

“Acho que a besteira é uma língua universalmente falada que não exige que você esteja particularmente bem informado ou que tenha pensado em nada com especial cuidado”

ESQUERDA

A história de John Cleese no Monty Python conta que, antes de se tornar um escritor e comediante, ele foi professor por um breve período (e reitor).

Então, parece que o desejo de educar nunca o abandonou.

Veja Mais Em: John Cleese Quase Virou Senador

Politicamente, ele se identifica como “centro-esquerda”, embora a mídia britânica muitas vezes o tenha retratado como reacionário ou pior.

“Essas pessoas são basicamente loucas. Elas ficam sentadas pacientemente esperando para serem ofendidas e, quando são ofendidas, passam a sentir-se bem consigo mesmas”

PANDEMIA

E, para finalizar a live, Cleese discorreu sobre o futuro pós-pandemia de Covid-19.

“Se você tem essa ideia de que a raça humana de repente vai começar a se comportar de uma maneira bem diferente, você está perdendo seu tempo”

Isso foi uma verdadeira aula de um membro do Monty Python.

Afinal de contas, não sabemos quando John Cleese vai fazer outra live nas redes sociais, não é mesmo?

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *