The Monty Python Matching Tie and Handkerchief

MontyPythonMatchingTie&HandkerchiefOriginalLançado em 1973
41’11”
Selo: Charisma/Arista

CAPA E EMBALAGEM

Inicialmente, os discos foram lançados com um lenço e distribuídos nas lojas de moda masculina. O conceito era fazer entender que a gravação era apenas um “dom gratuito”, incluída com uma gravata e lenço.

Parece ser uma arte simples de Terry Gilliam. Porém, quando a manga interna é puxada para fora, ela revela que a gravata e lenço estão sobre um homem morto pendurado em uma forca. Versões mais recentes do álbum teria apenas uma imagem da roupa na capa, sem manga interna ou obra de arte escondida.

CONFUSÃO
O álbum não tem uma lista de músicas, para que venha a ser uma completa surpresa para o ouvinte, criando a boa e velha confusão pythonesca.

MT&H_UK Package

Além disso, o grupo escondeu duas coleções de faixas completamente diferentes no mesmo lado, usando a tecnologia de sobreposição de grooves, que toca a última parte do disco em um loop contínuo. Assim, o Monty Python lançou seu álbum com grooves duplos, e, dependendo de como a agulha é colocada no disco, uma coleção diferente de faixas é iniciada.

Você conseguiu entender a lógica? É como se tivessem lançado um disco com “3 lados”. Eles gravaram dois lado de um disco num só, e dependendo do lugar em que está agulha, começa um destes ‘lados’. Já o outro, é normal.

monty-python-matching-tie

GRAVAÇÃO
O álbum foi gravado na casa dos pais do produtor André Jacquemin. Michael Palin tem boas lembranças daquela época: “Na minha cabeça, eu tenho a imagem maravilhosa de todos nós apertados dentro de um galpão, e John Cleese sentado em uma pedra no jardim, com uma xícara de chá um uma mão e uma fatia de bolo de limão da mãe do André na outra. Ele ficava sentado lá, apenas esperando a gente chamá-lo para fazer alguma voz boba. Em seguida, ele voltava para o seu chá e bolo”.

O álbum foi editado no estúdio Abbey Road. O produtor Andre Jacquemin conta que o engenheiro de gravação era George Peckham. “Ele trabalhou em todos os álbuns dos Beatles. Era simplesmente o melhor.

tesla-motors

CURIOSIDADE
A repórter Betty Liu, da rede de tevê norteamericana Bloomberg, visitou o diretor executivo da empresa Tesla Motors, Elon Musk, para dar uma volta no polêmico Model S.

Antes de eles pegarem a estrada, Musk mostrou o inovador sistema de som, que ele afirma tocar qualquer música do mundo através de um software chamado Slacker.

É então que, podendo escolher qualquer música do mundo, ele escolhe ouvir uma faixa desse álbum.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *