Pythoneando 28 – Monty Python, a Bienal, o Esperma e a Bíblia

Estamos de volta! E, desta vez, polêmicos, bíblicos e bienálicos.

Neste episódio do Pythoneando, resolvi entrar na treta que aconteceu na Bienal do Rio de Janeiro, e finalmente encontrei a solução para esse problema.

Esse problema criado pelas mentes conservadoras e pythonescas.

Informação pertinente: Se tiver crítica ou alguma sugestão, o email é [email protected]

Para saber qual foi a treta que envolveu a Bienal do Rio de Janeiro, clique aqui e escolha o jornal de sua preferência.

Clique aqui para levar um susto.

Pois então, deixemos de conversa fiada e ouça logo o episódio:

ASSINE NOSSOS FEEDS | DOWNLOAD

Músicas usadas no episódio:

Madrugada – Stories from the Streets
Tema da série Monty Python’s Flying Circus
Kingargoolas – Tarantella Tarantinesca
Yothu Yindi – Tribal Voice

Sessão musical do podcast:

“Every Sperm is Sacred”, do filme “O Sentido da Vida”

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *