Sim! John Cleese Também Fez Shakespeare!

Em 1980, John Cleese foi convidado para um especial da BBC baseado na comédia “A Megera Domada” (The Taming of the Shrew), de William Shakespeare.

A ele coube o papel do turrão Petruchio, que tinha a missão de seduzir a moça do coração de pedra Kate.

ENREDO
Baptista tem duas filhas: Kate e Bianca. Todo mundo quer se casar com Bianca, mas ninguém está interessado em Kate. Baptista declara que ele não vai ceder a mão de Bianca até que Kate encontre um marido.

Assim, todos os pretendentes de Bianca começam a procurar um louco que esteja disposto a casar com Kate, e eles acham Petruchio.

E Petruchio casa-se com Kate com um plano de domá-la, enquanto todo mundo começa a tramar planos para casar com Bianca.

(Para efeito de comparação, a novela “O Cravo e a Rosa”, da Globo, foi inspirada em “A Megera Domada”).

ELENCO
John Franklyn-Robbins – Baptista
Sarah Badel – Katherine
John Cleese – Petrucchio
Susan Penhaligon – Bianca

PRODUÇÃO
John Cleese nunca tinha feito Shakespeare antes deste filme.

Ele começou a assistir as várias das produções shakesperianas da BBC, e ficou impressionado com a qualidade artística dos atores. Por causa disso, desistiu do papel.

Cala-te! Eu sois o Ministro do Andar Tolo!

Foi preciso uma grande dose de persuasão do diretor Jonathan Miller para convencer Cleese a participar.

Segundo o site especializado em cultura shakesperiana, Shakespeare Reviews, John Cleese ofusca todos os outros atores: “Ele é um artista surpreendente neste contexto, cujo desempenho é a chave para a solução de como filmar uma peça de teatro”.

“Cleese traz uma qualidade para o papel, onde mostra que é um rebelde tranquilo e uma pessoa com um talento especial para perceber o absurdo e a hostilidade no mundo, tentando tirar o melhor dele”.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *