Terry Gilliam Participou de Comédia Sobre Espionagem

Terry Gilliam na comédia de espionagemO único membro do Monty Python que não é ator é Terry Gilliam, mas mesmo assim ele atuou em alguns filmes.

Um desses filmes é uma comédia sobre espionagem.

Veja Mais Em: Conhece a Abertura de Novela Inspirada em Terry Gilliam?

Lançado em 1985, Os Espiões que Entraram numa Fria (Spies Like Us) conta a história de dois idiotas que são escolhidos como iscas para atrair a atenção de terroristas no Afeganistão.

Enquanto isso, os espiões de verdade são enviados para cumprir a missão e salvar o mundo de uma catástrofe.

DOCTOR

Os dois idiotas são interpretados por Dan Aykroyd (que co-escreveu o roteiro) e Chevy Chase.

Em certo momento do filme, eles se encontram com médicos que estão em missão de paz naquele país, e Terry Gilliam é um deles.

Confira abaixo a cena em que todos os “Doctors” se cumprimentam:

Além de Gilliam, outras participações especiais do filme merecem atenção, como os diretores Sam Raimi e Costa-Gavras e o músico BB King, além de outros.

BILHETERIA

Com um orçamento de 22 milhões de dólares, o filme foi um sucesso de bilheteria.

Ele arrecadou mais de 60 milhões de dólares nos Estados Unidos e Canadá.

Apesar da ótima bilheteria, o filme recebeu duras críticas, a maioria delas dizendo que o filme se perde no meio.

Jeff Giles, redator do site Collider, especializado em cinema, disse que o filme é mais divertido do que engraçado.

“Tem apenas 102 minutos, mas parece muito longo. Para todo o talento envolvido, há uma quantidade terrível de flacidez”, finalizou.

ELENCO

Chevy Chase como Emmett Fitz-Hume
Dan Aykroyd como Austin Millbarge
Terry Gilliam como Dr. Imhaus
Sam Raimi como o guarda
Costa-Gavras como o guarda rodoviário soviético
BB King como agente Ace

TRILHA SONORA

Escrita e interpretada por Paul McCartney, a canção-título, Spies Like Us, alcançou a posição número 7 na parada de singles nos Estados Unidos.

John Landis dirigiu o videoclipe da música, onde Aykroyd e Chase podem ser vistos tocando a música com McCartney:

Nota da redação: Bem que o Monty Python podia se aventurar novamente e produzir uma comédia de espionagem, não é mesmo?

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *