Terry Jones e as 10 Cenas Mais Marcantes

terry jonesDurante o festival Tribeca, em homenagem aos 40 anos do lançamento do filme “Monty Python em Busca do Cálice Sagrado”, Terry Jones se mostrou animado ao voltar a assistir aos filmes do grupo.

“Tinha esquecido toda a agitação em torno dos filmes, quando os fizemos”, disse.

“Estou realmente satisfeito com a forma como o filme se mantém”, disse Jones, lembrando da cena do Eremita do Buraco, do filme “A Vida de Brian”.

CENAS
Para celebrar a história do grupo, Terry Jones contou quais são suas 10 cenas favoritas dos filmes (ele ainda ofereceu um extra)

1 – O Cavaleiro Negro, do filme “Em Busca do Cálice Sagrado”:
“John Cleese e Terry Gilliam nos ternos. Eles realmente tiveram que aprender a lutar com espadas e com esses capacetes, que é incrivelmente difícil de fazer. Ficamos sem dinheiro para fazer essa sequência, e a fizemos com apenas quatro pessoas trabalhando. Levamos uma semana pra terminar a cena. Acredite ou não, trouxemos várias pessoas para dublar a voz de John, porque a gente pensou que a voz dele não saía direito. Mas, no final, decidimos usar a voz dele mesmo, e saiu perfeita”.

https://www.youtube.com/watch?v=dhRUe-gz690

2 – Os Cavaleiros da Távola Redonda, do filme “Em Busca do Cálice Sagrado”:
“Esta sequência com cerca de 50 cenas foi feita em apenas um dia, com apenas uma câmera! Foi um pesadelo para filmá-la, e um trabalho nada organizado. No final, tínhamos vários pedaços de cenas, para sincronizar com a música mais tarde. Mas acabou maravilhosamente!”

3 – O Castelo Anthrax, do filme “Em Busca do Cálice Sagrado”:
“Esta é uma sequência hilariante, e Michael Palin ficou simplesmente perfeito interpretando o cavaleiro pudico, tentado por todas essas jovens. Nós quase cortamos esta sequência, mas quando exibimos o filme em Los Angeles para as primeiras audiências pagantes, a cena teve uma grande resposta do público, então a mantivemos. Eu não sei porquê consideramos cortá-la. É uma das minhas cenas favoritas!”

https://www.youtube.com/watch?v=e0A5vzGMQr8

4 – Os Três Reis Magos, do filme “A Vida de Brian”:
“Terry Gilliam dirigiu a primeira parte desta sequência, porque eu estava fora. Eu apareço como a mãe de Brian, é claro. Uma das performances mais subestimadas da história do cinema. É claro que essa não é a manjedoura de Cristo, é a manjedoura ao lado”.

5 – Mandy conversando com a multidão, do filme “A Vida de Brian”:
“Nós percebemos que precisávamos filmar essa sequência com Graham separada, porque muitas mulheres árabes da multidão nunca tinham visto um homem nu”.

6 – O Eremita no buraco, do filme “A Vida de Brian”:
“Eu nunca tinha prestado atenção nessa cena, até o Tribeca Film Festival. Fez-me lembrar o quão engraçado é. Filmamos ela de manhã, até o fim do dia. Quando estávamos filmando a cena da multidão, Michael Palin se aproximou de mim e disse que eu ainda estava completamente nu. Eu tinha me esquecido completamente”.

https://www.youtube.com/watch?v=N-isGzfYUZ4

7 – Todo Esperma é Sagrado, do filme “O Sentido da Vida”:
“Havia cerca de 60 crianças e, embora alguns dos diálogos desta cena foram considerados um pouco atrevidos na época, os pais estavam todos felizes de ter os seus filhos participando. Tivemos Michael falando: ‘Se a Igreja Católica Romana me deixasse usar uma coisinha de borracha na extremidade da minha meia’, aí trocamos a palavra meia por ‘pinto’ [trocaram a palavra ‘sock’ por ‘cock’]. É uma longa sequência, mas é uma das minhas partes favoritas”.

8 – A Canção da Galáxia, do filme “O Sentido da Vida”:
“É uma música tão linda. Uma das melhores coisas que Eric Idle já fez”.

9 – O Sr. Creosote, do filme “O Sentido da Vida”:
“Quando começamos a ler esta cena, ela foi rejeitada. Então, cerca de um mês mais tarde, John me ligou e disse: ‘Sabe aquela cena do restaurante? Eu acho que podemos trabalhar nela’”.

10 – Encontre o Peixe, do filme “O Sentido da Vida”:
“Originalmente, íamos ter estrelas como Sean Connery e Julie Andrews dizendo: ‘Este é o meio do filme’, mas era muito difícil de organizar. Mas acabou tudo bem, porque ela foi filmada no interior do Battersea Power Station, com aquele piso bonito em parquet e tecto magnífico, e que não existe mais”.

https://www.youtube.com/watch?v=lW5RD90o3WA

Menção Honrosa: Martinho Lutero
“Essa cena viria depois da cena de Graham e Eric como o casal protestante que discute o sexo. Decidimos incluir ela nos extras do DVD, porque é muito engraçada”.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

2 thoughts on “Terry Jones e as 10 Cenas Mais Marcantes

  • 15 de agosto de 2016 em 03:33
    Permalink

    A cena do Castelo Anthrax foi censurada pelo própria trupe do Monty Python. A versão de 1974 era altamente picante (quase um soft porn) e era a razão para na época o filme ter censura 21 anos. Em 1999, quando o filme foi relançado em DVD eles regravaram toda cena (com os atores visivelmente mais velhos) dessa vez mais comportados e fazem a piada (q praticamente ninguém entende) q essa versão pudica estava melhor.

    A cena original de 1974 só existe em VHS se é praticamente impossível de achar hoje em dia, pq sem saber dessa censura muita gente jogou fora o VHS por causa do DVD. Uma pena.

    Resposta
    • 15 de agosto de 2016 em 03:35
      Permalink

      Ah! Se alguém encontrar a versão original dessa cena, poste um comentário aqui.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *