Tim, o Mago

tim-monty-pythonTim é um estranho e recluso mago do filme Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado, que usa chifres de carneiro em uma espécie de chapéu, e tem uma propensão para o fogo baseado em magia.

Possui um forte sotaque escocês.

No lançamento do DVD no Reino Unido, os atores explicaram que “Tim” foi concebido como um nome particularmente improvável e não-ameaçador para um mago poderoso.

Em uma entrevista com Shaun Micallef, em 2007, Cleese afirmou que “escolhemos Tim para irritar o ator Tim Brooke-Taylor”.

O mago recebe o Rei Arthur e seus cavaleiros na Cena 20, onde ele fica em uma montanha atirando bolas de fogo. Quando lhe perguntam sobre o Cálice Sagrado, ele os leva à Caverna da Caerbannog.

Enquanto conversa, Tim desnecessariamente evoca chamas e bolas de fogo entre as respostas.

tim-the-enchanterSuas advertências sobre o guardião da caverna, o Coelho de Caerbannog, são ignoradas, levando à morte de Bors, Gawain, e Ector.

Os acontecimentos da Cena 20 deixam claro que Tim provavelmente poderia destruir o coelho sem esforço, mas nenhum dos personagens pensa nessa possibilidade.

Tim também aparece no início do filme, em uma cena restaurada em 2001. Seu papel é limitado a juntar vários personagens e gritar para que a personagem Dingo (Carol Cleveland) prossiga.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *