Michael Palin Afirma que Monty Python não Volta Mais

No domingo passado, 7, o python Michael Palin foi tema do documentário A Life On Screen, da BBC.

Ele relembrou suas memórias de infância, o relacionamento conturbado com seu pai e sua paixão pelas artes dramáticas desde a infância.

Ele também fez uma reflexão sobre seus primeiros shows de stand-up na Universidade de Oxford, antes de ser um dos fundadores do Monty Python, quando nem imaginava que o grupo mudaria a cara do humor e deixaria o mundo de ponta-cabeça.

Sobre um possível reencontro dos pythons, ele foi enfático: “10 show foram o suficiente”, referindo-se ao show Monty Python (Quase) Ao Vivo – Um já foi, faltam cinco, de 2014.

Veja Mais Em: O Retorno de Monty Python: Uma Apresentação ao Vivo! 

“Tudo o que eu quero é continuar fazendo coisas novas. O passado é ótimo, mas o futuro é mais interessante para mim no momento”.

“Pode ter sido uma boa maneira de ganhar dinheiro, mas honestamente, teríamos ficado aborrecidos”, disse ele.

AMIGOS

O documentário contou com a participação de alguns colegas e amigos próximos de Michael, incluindo John Cleese, David Jason e Connie Booth, que compartilharam suas boas lembranças de trabalhar com Michael.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 38 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *